A Teologia Luterana

Tempo de leitura: 4 minutos

A Teologia Luterana trouxe grandes benefícios para a reforma protestante.

A Reforma Protestante foi iniciada há 500 anos por uma simples atitude, Martinho Lutero, monge agostiniano e professor de teologia.

Ele publicou 95 teses em que questionava atitudes da igreja romana num período conturbado, com a venda de indulgências, exploração de fiéis para obter recursos, trocas por experiências de Fé.

Martinho Lutero não foi um monge rebelde, suas 95 teses não questionavam a igreja em todos os seus aspectos e nem contrariavam a Palavra de Deus.

Mas ele foi excomungado por defender seus ideais, baseados no estudo profundo da verdade da Bíblia.

A grande alegria desse acontecimento, o que provavelmente não era esperado nem mesmo por ele, foi que após essa atitude corajosa e as de outras pessoas que foram influentes nesse movimento, o mundo nunca mais foi o mesmo.

Nós conquistamos a liberdade para ter acesso à Palavra de Deus e pudemos finalmente entender o plano de salvação de nossa alma.

A base da teologia luterana é o conceito de Justificação pela Fé, que muda completamente a maneira como nos relacionamos com Deus, entenda:

Contaminação do pecado

O pecado contaminou a natureza humana de maneira permanente. 

Por mais que nossas escolhas ou atitudes sejam boas e que as pessoas nos reconheçam por isso. 

Continuamos pecadores e falhos em nosso interior.

Incapazes de alcançar o padrão de santidade necessário para cobrir nossas falhas diante de um Deus que é perfeitamente santo e justo.

O nosso grande consolo, a Boa Nova do evangelho, é que Deus elaborou um plano para nos salvar:

“Mas agora se manifestou uma justiça que provém de Deus, independente da lei, da qual testemunham a Lei e os Profetas, justiça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo para todos os que crêem.

Não há distinção, pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus.

Deus o ofereceu como sacrifício para propiciação mediante a fé, pelo seu sangue, demonstrando a sua justiça.

Em sua tolerância, havia deixado impunes os pecados anteriormente cometidos; mas, no presente, demonstrou a sua justiça, a fim de ser justo e justificador daquele que tem fé em Jesus.” (Romanos 3:21-26)

Salvos pela graça

Somos salvos somente pela graça de Deus por meio do sacrifício de Cristo Jesus.

Quando Ele ressuscitou, garantiu que também ressuscitaremos em corpos incorruptíveis e santificados.

Quando descobrimos que Deus nos ama tanto e que nos salva exclusivamente por sua misericórdia, somos libertos de dogmas e da escravidão da Lei.

É por isso que, em sua época, Lutero foi fortemente criticado pela Igreja, que comercializava a “santidade” para os fiéis. 

Além de terem suas vidas em auto sacrifício, tentando alcançar o favor de Deus seguindo votos como o de castidade, pobreza e até mesmo flagelo.

Não se engane, ao contrário do que dizem os críticos, Lutero não acreditava que o fato de termos uma natureza pecadora nos desse liberdade para viver em pecado.

Pelo contrário, salvos pela graça, temos a missão de viver como novas criaturas, honrando a vontade do Senhor Jesus.

Onde a Lei trazia punições para os atos impuros, a Graça julga os pensamentos e intenções do espírito.

Mas para ajudar em nossa incapacidade, Jesus nos deixou o Espírito Santo.

Com a missão de nos santificar ao passo que vivemos como salvos, manifestando frutos de santidade e amor.

Principio da Teologia Luterana

Esse é o princípio da Teologia de Lutero e do contexto da Reforma Protestante, o mover mais importante de Deus na história de sua igreja.

É importante que você busque materiais mais detalhados para entender toda a sua complexidade.

Desde a ação histórica dos acontecimentos, quanto da descoberta teológica e espiritual.

Seguem algumas recomendações para iniciar os estudos:

  • Por que a Reforma ainda é importante – Michael Reeves e Tim Chester:

reforma01 200x300 - A Teologia Luterana

https://www.editorafiel.com.br/historia-da-igreja/703-por-que-a-reforma-ainda-e-importante-michael-reeves.html

  • Sola Fide ainda é importante!: A Justificação é pela fé somente? Tim Chester

reforma02 150x150 - A Teologia Luterana

http://www.ministeriofiel.com.br/ebooks/detalhes/99/Sola_Fide_ainda_e_importante_A_Justificacao_e_pela_fe_somente_PDF

  • O que significa ser nascido de novo? R. C. Sproul

reforma03 150x150 - A Teologia Luterana

http://www.ministeriofiel.com.br/ebooks/detalhes/74/O_Que_Significa_Ser_Nascido_de_Novo

  • Artigos sobre os Reformadores – Voltemos ao Evangelho:

https://voltemosaoevangelho.com/blog/assunto/reformadores/

 

  • Artigos sobre Graça – Voltemos ao Evangelho:

https://voltemosaoevangelho.com/blog/assunto/graca/

 

  • Artigos sobre Justificação – Voltemos ao Evangelho:

https://voltemosaoevangelho.com/blog/assunto/a-justificacao/

 

Deus te abençoe!

Se gostou do artigo comente e compartilhe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *